Quem somos?

Muitas cousas se passarom desde que a mediados da década de 90 um pequeno grupo de moç@s siareir@s das principais equipas de futebol do País decidimos criar Siareir@s Galeg@s. Estes primeiros anos de trabalho, anseios e esperança, virom-se manchados pola impotência e frustraçom ao comprovar que desta volta era desde o próprio governo fraguista da Junta donde se nos negava -ao igual que antes figeram desde Madrid- o nosso direito como galeg@s a voltar a ter umha selecçom própria de futebol. Mas isto, nom nos fixo baixar a cabeça e conseguimos manter o trabalho da organizaçom A iminente re-apariçom da nossa selecçom galega trás 69 anos de forçado silêncio nom fai mais do que reafirmarmo-nos na certeza de que o nosso trabalho destes anos, ainda que muitas vezes solitário e ignorado, nom foi estéril.

As reivindicaçons nos principais estádios de futebol do País, a recolhida de milheiros de assinaturas, as campanhas públicas a favor das nossas selecçons nacionais e, em definitiva, o luitar por algo que consideramos legítimo, derom por fim, algum fruto.

Siareir@s Galeg@s reaparece hoje publicamente perante a cidadania galega para
manifestar o seguinte:

1. SS.GG. é um colectivo formado tanto por claques de siareir@s de equipas galegas de futebol e outros desportos como por pessoas que individualmente apoiam asnossas reivindicaçons e respeitam os nossos valores e funcionamento.

2. SS.GG. é logo um colectivo assembleário e apartidista. A independência de SS.GG. como colectivo é umha das suas bases, e como organizaçom soberana manterá umha filosofia e funcionamento de seu. Esclarecido isto, SS.GG. dá a bem-vida a todos os colectivos e organizaçons que nom girando especificamente arredor do futebol, sim que apoiam e compartilham as nossas reivindicaçons e participam nas nossas actividades.

3. SS.GG declara-se também um colectivo abertamente anti-fascista, anti-racista e fai suas as reivindicaçons dos direitos que à Galiza devem corresponder como Naçom. Aliás, desde SS.GG. luitaremos pola dignificaçom da nossa cultura e do nosso idioma, empregando unicamente a nossa língua e reivindicando a sua completa normalizaçom também no eido do desporto.

4. SS.GG. nom apenas apoiará e tentará dignificar a nossa selecçom de futebol. A nossa razom de ser é a de conseguir que a Galiza como naçom, esteja representada a nível oficial en todos os desportos possíveis e em todas as competiçons internacionais.

5. SS.GG. como colectivo comprometido com o País, luitará também contra todo o tipo de comportamentos e atitudes localistas, que nom fam mais que empequenecer-nos como povo e beneficiar os mesmos que impedirom durante tanto tempo algo tam normal como que na Galiza houver selecçons galegas. Assi mesmo, as únicas cores e símbolos que o colectivo utilizará serám as da Galiza.

6. SS.GG. reivindica também que @s desportistas das comarcas galegas nom adscritas à C.A.G. (Comarcas do Berzo, Návia- Eu, Ibias, Cabreira e Seabra) que assim o desejem, podam ser seleccionad@s e participarem nas diferentes selecçons galegas.

7. Por último SS.GG. quer acabar este manifesto expressando o seu profundo rejeitamento da actual vissom do desporto como simples negócio/espectáculo. O desporto em geral e o futebol em particular devem ser actividades acessíveis à toda a sociedade, especialmente à classe trabalhadora, fugindo assim de elitismos e snobismos tam quotidianos nos tempos que correm. Desde SS.GG. luitaremos pola dignificaçom do desporto como veículo de expressom de pessoas e povos, fomentando valores de integraçom, respeito e solidariedade entre homens e mulheres.

UMHA NAÇOM, UMHA SELECÇOM!