Justiça para Ezequiel Mosquera

Um ano e 48 dias depois de quea UCI notificara uns resultados analíticos anormais (presença de Hidroxietil almidom) para a o ciclista de Teu Ezequiel Mosquera, o Comité de Competiçom da Federaçom Espanhola de Ciclismo fixo firme a sua sentencia de dous anos de suspensom.

Se temos em conta que esta nom é nengumha sustância ilegal, sempre que se atope soa (já que funcionaria como mascarador de outras substâncias consideradas dopagem) e que nom se clarificou a sua procedência, podemos afirmar que a UCI e a RFEC actuarom de forma imparcial contra o desportista galego.

Mosquera oferescia semana passada umha rolda de imprensa em Teu na que afirmava suspeitas de que lhe “figeram a cama a nível político” para que o seu caso por suposta dopagem fora adiante e que rematou cumha condena de dous anos. Também denunciou um “agravo comparativo respeito a outros casos” como o de Alberto Contador, o qual foi apoiado a nível político e institucional, advogando pola sua presunçom de inocência e que rematou com a sua absoluçom.

Desde Siareir@s Galeg@s vemos este tipo de actuaçons como um ataque directo ao desporto galego, polo que exigimos justiça e transparência com o caso de Ezequiel Mosquera. Cremos que a presunçom de inocência é um dereito que a miúdo se vê assovalhado polos prejuízos e interesses políticos das instituçons e que este foi um desses casos nos que tanto organismos como meios de comunicaçom afundirom a carreira dum desportista antes de demonstrar ou nom a sua relaçom com o consumo de substâncias ilegais. Também esigimos que no caso de emitir esta ou qualquer sançom seja de forma clara, demonstrando a verdadeira culpabilidade do desportista e nom baixo o escurantismo que se deu com Mosquera.

Siareir@s Galeg@s apoia um desporto limpo, e condena tanto o jogo sucio como os ataques que desde organismos de poder cara o desporto galego com simples intençons políticas. É por isto que nom deixamos de exigir verdadeira justiça e imparcialidade com Ezequiel Mosquera e com todos os casos deste tipo que poderam dar-se.

ÁNIMO EZEQUIEL!

Posted in Comunicados | Comments Off on Justiça para Ezequiel Mosquera

Vídeo promocional da nova tempada da LNB

A Liga Nacional de Bilharda segue avançando na súa invasom desportiva do país. Comeza a nova tempada -2011/2012- com o objectivo de chegar aos três milhões e pico de galeg@s, deixando o pico para desportos minoritários como o futebol. Na nova liga aumentam as equipas participantes e toda-las conferências adoptaram o mesmo sistema de pontoaçom. Cada torneio será um aberto com sistema de eliminatórias, no que a participaçom é livre e se pontúa segundo a posiçom acadada na jornada.

Vídeo elaborado por TeleVaral.

Posted in Multimédia | Comments Off on Vídeo promocional da nova tempada da LNB

Causa Galiza e Siareir@s Galeg@s chamam a mobilizar-se durante a ‘Vuelta a España’

Causa Galiza e Siareir@s Galeg@s apresentárom esta segunda-feira um manifesto conjunto no que comunicam o seu rejeitamento a que três etapas da competiçom ciclista ‘Vuelta a España’ passem por território galego, à vez que se fai un chamamento à sociedade galega para que esses dias se visibilice “que nom somos Espanha e que estamos dispostas e dispostos a reivindicarmos o que nos corresponde”.

O membro da porta-vozia da Causa Galiza, Aurélio Lopes, apresentou na tarde desta segunda-feira o manifesto ‘Stop Vuelta a España. Galiza naçom. Autodeterminaçom’, subscrito por esta organizaçom e Siareir@s Galeg@s, no que se expom a oposiçom destes colectivos ao passo de três etapas da competiçom ciclista pola Galiza. Nomeadamente, a 11ª etapa (a quarta-feira 31 de agosto com o percorrido Verim-Manzaneda), a 12ª etapa (quinta-feira 1 de setembro, Ponte-areias-Pontevedra) e a 13ª (sexta-feira 2 de setembro, Sarria-Ponferrada).

No manifesto, as dúas organizaçons assinantes querem denunciar a presença da ‘Vuelta a España’ no nosao Pais, considerando esta prova ciclista “ofensiva para a nossa condiçom nacional, as nossas reivindicaçons como povo e a nossa vontade de ser umha naçom soberana”. Ademais, o escrito indica que esta competiçom “produz-se quando o Governo espanhol impossibilita que os desportistas galegos e galegas compitamos libremente com selecçons próprias a nível internacional representando o nosao Pais”. Causa Galiza e Siareir@s Galeg@s comunicam a sua preocupaçom polo desporto de basse galego, quando desde as administraçons autonómicas materializou-se “a eliminaçom de ajudas económicas para encontros internacionais de fútebol com participaçom galega”.

Por estas razons, o manifesto expom que “a presença da ‘Vuelta a España’ no nosso território é interpretada por nós como imposiçom e tentativa de humilhaçom” e anima à sociedade galega “a denegar a bem-vinda à ‘Vuelta’ e a respostar con força, imaginaçom e criatividade a presença desta prova desportiva que nom tem sítio no nosso Pais”. Deste jeito, Causa Galiza e Siareir@s Galeg@s quer fazer extensivo este chamamento a todas as organizaçons sociais, sindicais e políticas nacionalistas e independentistas para reivindicar os direitos de Galiza como naçom.

GALIZA NOM É ESPANHA!

Posted in Notícias | Comments Off on Causa Galiza e Siareir@s Galeg@s chamam a mobilizar-se durante a ‘Vuelta a España’

Verónica Boquete foi escolhida a melhor jogadora do ano da Women’s Professional Soccer

A capitana da irmandinha foi escolhida como a melhor jogadora da WPS, que é o máximo reconhecimento da melhor liga mundial de futebol feminino, a estadounidense. A dianteira do Philadelphia Independence, acadou este título na sua segunda tempada na liga norte-americana.

Depois de ser escolhida 3 vezes melhor jogadora da semana, marcar 5 golos e dar 4 assistências em tam só 11 partidos, foi escolhida por votaçom popular para levar-se este premio. Verónica proclama-se assim como a melhor jogadora da melhor liga de futebol feminino do mundo.

Todo isto ocorre, como vem sendo habitual, baixo a ocultaçom dos médios de comunicaçom que deixam o desporto feminino num segundo plano, invissibilizando feitos que, de ter feito referência ao futebol masculino, encheriam primeiras páginas, quase sem dúvida algumha.

Desde Siareir@s Galeg@s damos os nossos parabéns a Verónica polo triunfo acadado, já que depois de muitos anos demonstrando ser umha grande jogadora recolheu um premio que a situa no mais alto do futebol mundial e que seguro que nom há de ser o último na sua carreira desportiva. Ademais, reconhecemos o seu compromisso com o desporto galego, e o trabalho em prol da igualdade de género no âmbito desportivo.

PARABÉNS VERÓNICA!

Posted in Notícias | Comments Off on Verónica Boquete foi escolhida a melhor jogadora do ano da Women’s Professional Soccer

A comarca de Vigo organiça um torneio de futsal

Os vindeiros dias 26 e 27 de Agosto celebrara-se em Vigo um torneio polas selecções galegas. O evento será no pavilhom desportivo ao carom do I.E.S do Castro e terá um horário ininterrumpido, desde as 17:00hh. Da sexta-feira até a tarde do sábado.

As equipas poderam apontar-se no C.S. A Revolta, no C.S. Faísca e no quiosque D&D, ao lado do pavilhom no que será o torneio. O preço da inscripçom será de 15€ por equipa.

Os premios constaram de trofeios e lotes de material de Siareir@s Galeg@s.

Como actividades complementárias, SSGG dará umha palestra explicativa sob a sua trajectória e a noite da sexta-feira contaremos com a actuaçom de Selectah in Helicopta.

AVANTE AS SELECÇONS GALEGAS!

Posted in Actividades | Comments Off on A comarca de Vigo organiça um torneio de futsal

Galiza ganha em trainha feminina, mas num marco de descarada desigualdade de género

O passado domingo dia 7 de Julho, a trainha galega ganhava o Trofeu da Federaçom Espanhola, na localidade de Castro Urdiales. As galegas superarom com facilidade às vascas de Getaria e Pasaidonibane.

A trainha da Galiza, chamada oficialmente “Rias Baixas”, distanciou-se já na saida das suas rivais. Ainda que as vascas de Getaria aguantarom o ritmo durante um bom rato, no terceiro giro já ficarom descolgadas, permitindo-lhe às galegas ganhar com um tempo de 22:38.74. Finalmente a trainha vasca chegou cumha desvantagem de 22 segundos.

Mas, detrás da alegria do triunfo está a raiva da desigualdade respeito à competiçom masculina. «Nom nos deron nem bandeira, as medalhas as que lhes sobrarom aos homes e, por suposto nem um euro», lamentou o técnico Beni Silva ao seu regresso de Castro Urdiales.

No caso do Trofeu masculino, a trainha ganhadora acadou um premio em metálico de 44.000 euros. As mulheres nom só nom receberom um trato discriminatório ao nom receber umha recompensa económica, se nom que o desprecio chegou mais alá, dando-lhes até umhas medalhas que ficavam de sobra do premio masculino, feito que se fai comum em muitas competiçons oficiais de outros desportos.

Desde Siareir@s Galeg@s condenamos a umha Federaçom que nom só nega o dereito das naçons a competir, se nom que também deixa as mulheres continuamente num segundo plano. A Constituçom Espanhola proíbe discriminaçons, mas cada dia parece que se fam mais patentes na sociedade por parte dos que mais a defendem. É de justiça que homes e mulheres percebamos a mesma recompensa por um mesmo trabalho, mas nom parece ser assim para a Federaçom Espanhola de Remo.

Parabéns as galegas polo triunfo acadado, que deixa, umha vez mais as remeiras galegas no mais alto, demonstrando o grande potencial desportivo que tem o nosso país.

Posted in Notícias | Comments Off on Galiza ganha em trainha feminina, mas num marco de descarada desigualdade de género

A selecçom palestina jogou por primeira vez na casa

A selecçom nacional de Palestina disputou o passado domingo 3 de Julho o primeiro partido clasificatório para um Mundial dentro do seu território. O encontro foi contra Afeganistam e rematou num empate 1-1 depois da vitória dos palestinianos na ida (2-0).

Milhares de pessoas acudirom ao estádio de Al-Ram, em Ramala para presenciar o histórico partido, que assegurou a sua classificaçom para a seguinte ronda.

O primeiro partido já tivera que jogar-se em Tayikistam, pola preocupaçom em quanto à segurança em caso de jogar-se em Kabul, capital Afgana.

Os anteriores partidos como local tiverom que jogar-se na vizinha Jordânia, também por motivos de segurança.

Ainda fica muito caminho por percorrer até o Mundial de Brasil 2014 e a selecçom palestina atopa-se no posto 167 do ranking mundial, e ainda nunca na história conseguiu classificar-se para um mundial.

Desde Siareir@s Galeg@s damos os parabéns ao povo palestino e à sua selecçom por poder jogar como qualquer naçom o merece, dentro do seu próprio território e desejamos que tenham sucesso num mundial que, sumido no seio do capitalismo e a opressom, precisa de feitos como este para lhe dar umha volta num futuro.

PALESTINA VENCERÁ!

Posted in Notícias | Comments Off on A selecçom palestina jogou por primeira vez na casa

Siareir@s Galeg@s apoia a IV cadeia humana pola liberdade dos presos independentistas

Mais um ano chega o Dia da Pátria e o organismo popular anti-repressivo Ceivar organiza, por quarto ano consecutivo, a cadeia humana pola liberdade dos presos independentistas.

Desde Siareir@s Galeg@s desexamos o fim da privaçom de liberdade dos presos independentistas e apoiamos as reivindicaçons que fam base deste ato e que som:

Reconhecimento da condiçom de prisioneiros políticos dos patriotas galegos presos.
Fim da política de dispersom penitenciária. Repatriaçom dos militantes presos.
Reagrupamento num só cárcere dos presos independentistas galegos. Respeito aos seus direitos linguísticos.
Cessamento das medidas de controlo que atentam contra a intimidade e a dignidade das pessoas que visitam às pessoas presas.
Melhora das condiçons de vida nas prisons (higiénicas, alimentárias, sanitárias, comunicacionaiss…)

Somos conscientes das medidas de repressom aplicadas sobre toda a militância comprometida com a libertaçom do povo galego. É por isso, que cremos na necessidade de fazer pública a denúncia sobre esta política repressiva e, em concreto, sobre a aplicada sobre os presos independentistas. Som estos os que sofrem o encarceramento e dispersom nas prisons da península, afastados da sua gente e da sua terra, com fortes medidas de controlo e com privaçom de dereitos básicos de todo tipo.

Por todo isto animamos-vos a participar na IV cadeia humana pola liberdade dos presos independentistas do dia 24 de Julho para plasmar a vossa solidariedade com os presos independentistas e tomar parte no caminho cara a sua libertaçom.

LIBERDADE PRESOS INDEPENDENTISTAS!

Posted in Comunicados | Comments Off on Siareir@s Galeg@s apoia a IV cadeia humana pola liberdade dos presos independentistas

A irmandinha feminina de futebol-praia subcampioa estatal

A selecçom galega feminina de futebol-praia ficou segunda no campionato de selecçons autonómicas, que tivo lugar em Roses (Catalunya), e a masculina ficou terceira na sua categoria.

As jogadoras debutavam nesta especialidade, sendo para elas a primeira vez que jogavam sobre areia. Pese a isto destacarom numha final na que a equipa de Murcia, ganhadora também da anterior ediçom, ganhava 3-0 e na que dous golos de Marta equilibrarom o marcador num 3-2 definitivo, conseguindo a medalha de prata para a nossa selecçom.

Sabemos que foi um campionato difícil pola inexperiência das nossas jogadoras nesse terreno, polas múltiples lessons que sufrirom ao longo dele e por ter umha equipa rival nada doada para umha final. Alegramo-nos de tam bom resultado, deixando claro que na Galiza temos um grande potencial para competir.

A masculina, pola sua parte, fixo também umha mui boa actuaçom ficando em terceito lugar e ficando Jorge Fernández como máximo goleador do torneio cum total de 11 tantos.

Desde Siareir@s Galeg@s parabenizamos as nossas selecções pola sua boa actuaçom e, ainda que consideramos este tipo de campionatos ilegítimos por ficar a nossa naçom relegada ao autonomismo, apoiamos @s desportistas que levam o nome de Galiza e o nosso desporto à competiçom.

UMHA NAÇOM, UMHA SELECÇOM!

Posted in Notícias | Comments Off on A irmandinha feminina de futebol-praia subcampioa estatal

Siareir@s Galeg@s assina a Declaração Galega de Soberania

Apoiamos com a nossa sinatura a Declaração Galega de Soberania. Esta declaraçom foi promovida por um grupo de pessoas ligadas ao soberanismo galego, sobre todo do âmbito do reintegracionismo e consta de 8 pontos básicos nos que se questiona a legitimidade do regime monárquico actual.

No texto nega-se “qualquer legitimidade presente ou futura a qualquer pessoa que afirme exercer ou reclame aspirar a exercer o poder e a representatividade sobre a Galiza em função de qualquer pretenso direito ou tradição monárquica”. Ademais, declara a “disposição à procura da auto-organização e da auto-gestão democrática da sociedade galega num quadro de verdadeiras igualdade económica e social, liberdade e justiça” e reclama o nosso dereito “sobre todos os recursos colectivos materiais e simbólicos do território e dos mares da Galiza, sobre o seu uso e desfrute, sobre a sua preservação e sobre a sua disposição para o bem público comum”.

Cremos que esta declaraçom é um passo adiante para a hegemonia do soberanismo galego e que constitui os princípios básicos para a costruçom dum país livre. O texto recolhe uns mínimos como som a negaçom da monarquía, a defesa da terra e a legitimidade do dereito de autodeterminaçom, assumíveis por toda pessoa e colectivo que verdadeiramente deseje umha Galiza ceive.

Desde Siareir@s Galeg@s apoiamos esta iniciativa, que declara as bases para o reconhecimento dos nossos dereitos como povo e fazemos um chamamento a outros colectivos e pessoas para apoiar e difundir a presente declaraçom.

Podedes assina-la aquí.

VIVA GALIZA CEIVE E SOCIALISTA!

Posted in Comunicados | Comments Off on Siareir@s Galeg@s assina a Declaração Galega de Soberania